assembleia extraordinária
Assembleia Extraordinária: Qual sua importância e quando convocar?
26 de maio de 2023
código civil condomínios
Código Civil Condomínios: Um Guia para Síndicos
4 de julho de 2023
quanto custa uma administradora de condomínios

Você já se perguntou quanto custa uma administradora de condomínios ou o que pode afetar seu preço final? 

Neste artigo, vamos responder quanto custa uma administradora de condomínios e explorar os diferentes fatores que afetam o preço final dessas empresas, para que você possa decidir se ela é o investimento certo para o seu condomínio. Boa Leitura!

O que uma administradora de condomínios faz?

quanto custa uma administradora de condomínios

Uma administradora de condomínios pode ajudar diferentes condomínios a se organizarem de forma eficiente.

Essas empresas são responsáveis pela gestão de todas as demandas do condomínio, sejam elas burocráticas, financeiras ou operacionais. 

Essas atividades podem incluir tudo, desde supervisionar os trabalhos de limpeza, contratar um encanador até cuidar dos documentos do condomínio. 

É importante considerar que o valor das taxas da administradora de condomínio pode variar de acordo com os serviços oferecidos e o tamanho do condomínio. 

O tamanho da área, o número de funcionários e o nível de complexidade dos serviços podem influenciar no custo. 

Em geral, os custos da administradora de condomínios dependem da área a ser coberta, da quantidade de trabalho e dos serviços que ela oferece, resultando em um investimento que varia de acordo com as necessidades de cada condomínio.

Serviços Prestados por Administradoras de Condomínios

ServiçoDescrição
Gestão financeiraControle e previsão de despesas, emissão de boletos de condomínio, controle de inadimplência, entre outros.
Assessoria jurídicaApoio em questões legais, orientação na interpretação das leis e do regimento interno, entre outros.
Gestão da inadimplênciaProcedimentos para gestão de contas em atraso, negociação com condôminos inadimplentes, entre outros.
Recursos humanosGestão de funcionários do condomínio, como contratação, treinamento e pagamento.
Mediação de conflitosMediação em situações de conflito entre condôminos, aplicação de multas se necessário, entre outros.
AssembleiasOrganização e condução de assembleias, incluindo a preparação de atas e outros documentos necessários.
ComunicaçãoComunicação efetiva entre a administração do condomínio e os condôminos.

Por que é importante ter uma administradora de condomínios?

Ter uma boa administradora é importante para garantir o bom funcionamento do seu condomínio. 

Essas empresas são responsáveis por lidar com todos os assuntos relacionados ao condomínio, desde cobranças de taxas, manutenção, controle de acesso, prestação de contas, pagamentos de fornecedores e vários outros. 

Assim, é possível ter uma gestão eficiente e adequada desses assuntos. Além disso, a administradora de condomínios também oferece suporte para tomar decisões importantes. 

Por isso, é importante pesquisar bem antes de contratar uma administradora de condomínios para encontrar aquela que atenda às suas necessidades de forma eficiente e que ofereça diversas vantagens.

Quais as vantagens de contratar uma administradora de condomínios?

quanto custa uma administradora de condomínios

Ter uma administradora pode oferecer muitas vantagens para o seu condomínio, que incluem desde a redução de custos até a otimização dos processos administrativos.

Redução de custos

As administradoras de condomínios têm contatos com empresas de terceirização que disponibilizam os melhores serviços e preços. Assim, é possível obter redução nos custos. E você não será mais responsável por pagar inúmeros encargos aos trabalhadores do setor. 

Versatilidade nos serviços

Uma administradora de condomínios pode oferecer uma gestão eficiente dos serviços relacionados ao condomínio.

Isso significa que ela pode cuidar de tudo relacionado à administração, desde o pagamento de contas até a seleção de fornecedores. 

Melhorias nos processos administrativos

Ela pode implementar melhorias nos processos administrativos, como a automatização de tarefas, a redução de custos e a solução de problemas.

Isso pode ajudar a economizar tempo e dinheiro e tornar a gestão de condomínios muito mais eficiente.

Serviços especializados

Uma administradora de condomínios pode fornecer serviços especializados, como a avaliação do sistema de segurança, a verificação da documentação, a gestão de pessoal e a coordenação de serviços de manutenção e reparos.

Suporte e orientação para os moradores

Outro benefício importante de ter uma administradora de condomínios é que ela pode dar suporte e orientação aos moradores do condomínio sobre o uso adequado dos serviços e instalações.

Isso é uma grande vantagem, pois minimiza o risco de problemas e ajuda a manter um ambiente mais seguro. Por essa e tantas outras vantagens, vale a pena descobrir quanto custa uma administradora de condomínios.

Quem paga a administradora de condomínio?

Geralmente é financiada pelos condôminos. Este pagamento é realizado, em geral, por meio das taxas condominiais. O valor é incluso nas despesas do condomínio e partilhado entre os moradores, normalmente proporcional à fração ideal de cada unidade.

Quanto custa uma administradora de condomínios?

quanto custa uma administradora de condomínios

Antes de decidir por um serviço de administração de condomínios, é crucial entender quanto custa uma administradora de condomínios. Os valores podem variar consideravelmente, dependendo de várias condições, como a localização do condomínio, seu tamanho, a quantidade de unidades e a experiência e reputação da administradora.

Em geral, uma administradora pode cobrar de 3% a 7% do total das despesas do condomínio, mas esse percentual pode ser ajustado de acordo com as demandas específicas do condomínio. Como por exemplo, em 2021, os valores variava entre R$20,00 a R$50,00 por unidade ou 5% a 10%.

Para termos uma ideia, vamos considerar um cálculo hipotético. Se o custo mensal do condomínio for de R$40.000,00, a administradora pode cobrar um valor entre R$1.200 e R$2.800.

No entanto, é fundamental considerar todos os fatores envolvidos e, principalmente, avaliar a qualidade do serviço da empresa antes de contratar. Assim, os condôminos podem ter a garantia de contar com uma administradora de condomínios eficiente e competente.

Quais são os fatores que afetam o custo dos serviços de uma administradora de condomínios?

Para saber quais são os custos de uma administradora de condomínios, é necessário analisar os vários fatores que afetam o custo total dos serviços.

Por exemplo, o tamanho do condomínio, o número de unidades e o tipo de serviços necessários são alguns dos principais fatores que terão impacto nos custos. 

Além disso, o nível de profissionalismo exigido pelo condomínio, a qualidade dos serviços e o nível de tecnologia envolvido também influenciam o custo.

Tamanho e o número de unidades

Em geral, quanto maior for o tamanho e o número de unidades do condomínio, maior será o custo dos serviços de administração. 

Por outro lado, se um condomínio for pequeno, geralmente o investimento necessário para ter uma administradora será menor. 

A qualidade afeta o preço final

Por último, os serviços de administração de condomínios podem variar de acordo com a qualidade dos serviços oferecidos e com o valor cobrado por eles.

Por isso, é importante que os proprietários avaliem os serviços oferecidos e o preço antes de contratar uma administradora de condomínios.

Como escolher uma boa administradora de condomínio?

Ao entender quanto custa uma administradora de condomínios, você também deve se preocupar com a escolha da administradora adequada. O preço é apenas um dos aspectos a considerar ao tomar essa decisão. Afinal, o serviço prestado por uma administradora pode ter um impacto significativo no dia a dia do condomínio, na solução de problemas e na manutenção de uma boa qualidade de vida para os residentes.

  • Pesquisa e comparação: Antes de eleger uma administradora, é fundamental pesquisar e comparar diversas empresas. Avalie a reputação delas, os serviços que proporcionam e se possuem experiência com condomínios do mesmo porte e perfil do seu.
  • Transparência e agilidade: A transparência na gestão e na prestação de contas é um aspecto importante a ser observado, assim como a agilidade na solução de problemas. Uma comunicação eficaz com os condôminos é outro fator determinante.
  • Avaliando o custo-benefício: Por fim, o valor cobrado pela administradora deve estar em equilíbrio com a qualidade do serviço oferecido. Uma administradora com preço abaixo do mercado, mas que não supre as necessidades do condomínio, pode acabar resultando em custos mais elevados a longo prazo, devido à má gestão e ao descontentamento dos moradores.

Conclusão

quanto custa uma administradora de condomínios

Em suma, contratar uma administradora é uma ótima escolha para garantir o bom funcionamento de um condomínio. 

O custo de uma administradora varia de acordo com diversos fatores, como tamanho do condomínio, serviços oferecidos e a região onde o condomínio se encontra. 

Através desse investimento, é possível obter economia a longo prazo, pois a administradora pode realizar suas atividades de forma mais rápida e eficaz.

Portanto, ficou claro que o custo de ter uma administradora de condomínios é muito importante para o bom funcionamento do mesmo.

Investir em uma administradora como a Fesan vai contribuir para economizar tempo, dinheiro e evitar problemas no futuro, tornando-se um investimento que trará benefícios a longo prazo.

Somos especialistas em condomínios e oferecemos soluções inteligentes para melhorar a gestão do seu condomínio. Então, entre em contato conosco e SOLICITE UMA PROPOSTA GRATUITA.

5/5 - (1 vote)
Eduardo Bello
Eduardo Bello
Analista de Conteúdo | Analista de SEO | Agencia Web Marketing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2° VIA DE BOLETO